Ciclo da água

Ciclo da água

 

O ciclo da água é responsável por garantir a manutenção da vida na natureza, mantendo ativa a circulação da água no planeta.

O momento de escassez que a região metropolitana vem sofrendo nos leva a pensar que o ciclo da água não está cumprindo com a sua missão como deveria.

Apesar da falta d’ água, cientistas afirmam que, desde que os primeiros sinais de vida se manifestaram na terra, a quantidade de água existente é praticamente mesma, 2/3 do planeta é coberto por água. Mas então porque tantas pessoas estão sofrendo com a falta da água?

A quantidade de água existente no planeta, desde os primórdios, realmente tem permanecido praticamente inalterada, a diferença está na forma com que essa água é encontrada e como ela pode ser utilizada.

Entenda a seguir como é o processo de ciclo hídrico e como ele vem sendo afetado.

 

O Ciclo da Água em seu processo natural

A água pode ser encontrada em três estados físicos: líquido, gasoso e sólido. Durante o processo de ciclo da água, ela passa pelos estados líquido e gasosos, se renovando a cada ciclo completo.

Encontramos a água em seu estado sólido em locais muito frios, como geleiras ou quando ela se solidifica após cair em forma de neve. No período em que a terra ainda estava em formação, a superfície do planeta era muito quente e a água era encontrada em forma de vapor.

O vapor de água, originário da evaporação, é responsável pela formação das nuvens. Quando estão sobrecarregadas e atingem altitudes elevadas, as nuvens produzem as chuvas. As nuvens são formadas quando a temperatura do ar aumenta e a água passa do estado gasoso para líquido, esse processo é chamado de condensação.

E então, a água das chuvas cai nos oceanos, rios e lagos. Depois, a água vai evaporar novamente, formando assim o ciclo da água.

É o ciclo da água que mantém a vida na terra, através dele ocorrem a variação climática, criação de condições para o desenvolvimento de plantas e animais e o funcionamento de rios, oceanos e lagos.

Há milhares de anos o processo do ciclo da água acontece naturalmente. Porém, o homem vem alterando esse sistema dia após dia e cada vez mais rápido. Com a construção de barragens, usinas hidrelétricas e a poluição da água o homem está afetando o ciclo da água, causando transformações que podem ser prejudiciais e, até, irreversíveis.

Entre tantas ações prejudiciais ao ciclo da água, a pior de todas é a poluição. Menos de 3% de toda a água encontrada no planeta é doce e disponível para o consumo humano, mas é exatamente essa parcela de água que o homem está poluindo.

De forma natural, o ciclo hidrológico é capaz de recuperar a qualidade da água, mas com a quantidade de poluentes que despejamos na água isso torna-se impossível. O ciclo acaba por transportar os poluentes através das chuvas, fazendo com que eventos climáticos, como a Chuva Ácida, tornem-se cada vez mais comuns.

 

O tratamento da água como alternativa

Ao mencionar o tratamento da água o que nos vem à cabeça é a ação de tratar uma água que estava poluída. O tratamento consiste na remoção de impurezas e contaminantes antes de destiná-la ao consumo. Isso porque, mesmo sendo encontrada em fontes naturais, a água sempre contém resíduos das substâncias presentes no meio ambiente como micro-organismos e sais minerais. Com o tratamento é possível remover as impurezas que podem ser prejudiciais ao homem.

O tratamento varia conforme a sua captação. Se for subterrânea, de poços profundos, geralmente dispensa tratamento, pois elas são filtradas naturalmente pelo solo e, como não estão expostas, não foram contaminadas. Já no caso de águas captadas na superfície é necessário tratamento especial.

Tratando a água é possível prevenir doenças como a leptospirose, a cólera e outras ameaças à saúde. Porém, mais de 1 bilhão de pessoas não têm acesso ao consumo de água potável no mundo. A falta de água potável vem ocasionando a morte de aproximadamente 1,8 milhões de crianças no mundo todo.

Por esse motivo, e muitos outros, devemos enfatizar a importância da água para a vida humana, mobilizar o maior número de pessoas possível e disseminar informações sobre consumo consciente e métodos de economia de água.

Você já faz parte do Movimento pelo Consumo Consciente da Água? Se ainda não, clique aqui e saiba como fazer a sua parte.

 

A Trisoft e a água

Trisoft tem uma vasta gama de produtos feitos a partir da lã de PET e que não utiliza uma gota d’água durante o processo de fabricação. Eles servem de base para a produção de travesseiros e protetores, mantas e fibras, isolamento termoacústico e não tecidos agulhados. Alguns exemplos de utilização dos produtos da Trisoft você pode encontrar em protetores de colchão,  travesseiros, calandrado para indústria calçadista, carpetes automobilísticos,  filtragens, entretelas, subcoberturas de telhados industriais, comerciais e residenciais,  entre outros. Há de se destacar também o patenteado sistema PETFOM que substitui a espuma dos colchões e sofás pela lã de PET que não oxida, não mofa e mantém excelente desempenho em resiliência por muito mais tempo.

Há mais de 30 anos, a Trisoft já havia se transformado pensando no futuro das próximas gerações.

E você já pensou em transformar seus ideais em atitudes?