sustentabilidade

Saiba como colocar em prática a sustentabilidade

A sustentabilidade é o pensamento inteligente em toda cadeia produtiva. É por meio deste pensamento que ocorrem a otimização de recursos, descartes corretos, reutilização de matérias primas e derivados. A sustentabilidade prega uma forma de utilizar ao máximo todas as funções e possibilidades, a fim de diminuir o impacto humano no ambiente.

O consumidor, tem o seu papel nessa cadeia, se encaixando em um dos pilares da sustentabilidade, o social. É por meio dele que o produto é consumido e posteriormente descartado. Para que o consumidor possa se conscientizar é necessária a aplicação dos 4Rs da sustentabilidade.

Os 4Rs são Repensar, Reduzir, Reusar e Reciclar. A questão mais importante é: como eles seriam aplicados ao seu cotidiano? Muito simples:

Repensar: Para se iniciar na sustentabilidade, é necessário tornar-se crítico, saber a sua posição frente aos problemas gerados pelo seu consumo. O primeiro passo é entender que o consumo envolve uma diversidade de materiais prejudiciais ao meio ambiente como papéis, plásticos, vidros e metais e que cada um tem um tempo mínimo para serem decompostos.

Após entender o seu consumo e adotar o pensamento crítico, o consumidor passa a compreender a proporção do consumo em larga escala. A busca por alternativas que lhe caiba melhor e a ao ambiente é um caminho natural.

Ao identificar o problema e adotar soluções, começa a esboçar com atitudes as suas primeiras atitudes frente a sustentabilidade.

Reduzir: A redução se refere à diminuição desses resíduos. Não aceitar as sacolas plásticas de supermercados, diminuir a compra de produtos que vêm com embalagens sem necessidade como grãos, frutas e verduras, não utilizar canudos plásticos, utilizar garrafas retornáveis, comprar produtos a granel e outros, são formas de reduzir o consumo de embalagens e consequentemente de descarte de resíduos.

Essa é uma forma mudar o comportamento frente ao consumo e ao seu posicionamento à produção desses materiais. O plástico é um dos principais resíduos presentes nos produtos por ser extremamente flexível quanto a sua aplicação.

Como é o mais presente nos produtos, é também o mais presente nos oceanos, mangues, matas, florestas e outros. Além disso o material demora o mínimo de 200 anos para a decomposição o que ajuda em sua acumulação nos ambientes. Ele prejudica significamente na reprodução, no nascimento e na mortalidade de plantas, animais e outros organismos.

Conseguir diminuir a produção do plástico no cotidiano é adotar uma política mais sustentável.

Reusar: Este R, é pensar, ser criativo e conseguir desenvolver novas formas de aplicação a um determinado produto. Transformar potes de shampoo e condicionador em potes para guardar as escovas, garrafas PET em brinquedos, luminárias ou recipientes para mudas, caixas de leite em caixas organizadoras são formas de reuso. Esses e outros materiais que são descartados a primeira vista, adotam uma utilidade nova e tem o tempo para descarte aumentado.

Além desses, é possível reutilizar roupas, podendo transformar uma calça jeans em uma bolsa ou carteira, ou uma legging em um biquíni. É possível também vendê-las para um brechó ou até doá-las para quem mais precisa, o que aumentará o tempo dessa roupa ser descartada e possibilita seu uso até a sua capacidade máxima ou próxima à ela.

Reciclar: A reciclagem é um processo parecido e ao mesmo tempo muito diferente do reuso. Esse processo necessariamente envolve a transformação do produto, muitas vezes passando por um tratamento químico, para ser reutilizado.

A reciclagem do plástico, do papel, de metais e vidro permitem que quando descartados, esses materiais sejam absorvidos pelo sistema de produção novamente. Esse processo diminui a produção de novas embalagens, consequentemente novos resíduos, fechando ao máximo o ciclo, tornando-o próximo a um sistema retroativo.

Para isso, é necessária a destinação correta do material por meio das lixeiras próprias para a coleta seletiva e também a presença de cooperativas de reciclagem.

Fique atento!

Embora os 4Rs sejam uma ótima forma para traçar a iniciação a sustentabilidade, apenas seguí-los não é suficiente. Estar atento ao gasto de energia, água, combustível e produtos de limpeza se fazem necessários, a fim de conseguir otimizar o máximo possível a utilização desses recursos.

O posicionamento do consumidor frente à problemas ambientais será sempre a melhor forma de impactar o setor econômico e consequentemente o ambiental. Adotar um posicionamento crítico com relação às empresas e principalmente cobrá-las com relação a toda a cadeia produtiva, fará com que a preocupação sustentável cresça e consequentemente melhore os impactos no meio ambiente.